Aprenda a organizar sua vida financeira

DICAS FINANCEIRAS

Gerenciar uma empresa não é fácil, principalmente quando se trata de controle de custos, não é mesmo? Independentemente do tamanho do negócio, os saldos das contas de todos passam por altos e baixos, seja por motivos internos ou mesmo por fatores alheios ao controle do gestor, como crise econômica, pandemias, etc.

Por isso, o planejamento é essencial. É sempre mais fácil colocar seu negócio em apuros quando nos preparamos para possíveis desafios e investimos em soluções comprovadas.

Para te ajudar, preparamos 5 dicas para equilibrar a conta da sua empresa e mantê-la em dia. Olhe para isso:

  • Desenvolver um plano financeiro

Calcule a média mensal de contas a pagar e a receber, mas oh! Seja realista. A partir daí, defina um plano financeiro que atenda às suas necessidades e lembre-se de revisá-lo e ajustá-lo quantas vezes for necessário. Dessa forma, você estará sempre dentro do orçamento do seu negócio e evitará surpresas desagradáveis. Você conhece uma planilha que mostra todas as suas taxas fixas? Isso é importante porque permite que você veja as despesas de um período específico, bem como as entradas de capital.

Oh! Não se esqueça de que é importante incluir os impostos devidos em seu plano financeiro. O plano tributário determina o melhor sistema de cálculo, quais os tipos e quando esses impostos devem ser cobrados.

  • Separe suas despesas pessoais e comerciais

Um dos maiores erros que muitos empreendedores cometem é confundir contas pessoais com contas corporativas, principalmente quando a empresa é familiar. Portanto, é importante trabalhar com os parceiros para determinar o período e as condições de retirada mais favoráveis.

Com isso, você pode ter mais organização e controle sobre as finanças da sua empresa e aumentar a credibilidade do seu negócio diante de possíveis investidores.

  • Ter uma linha de crédito

Os serviços de empréstimos e financiamentos podem ajudar a equilibrar o orçamento da sua empresa e evitar contas atrasadas. Por isso, é importante ter um limite claro e nunca ultrapassá-lo, pois isso, além de prejudicar as finanças do seu negócio, também reduzirá suas chances de conseguir outros tipos de financiamento, como empréstimos empresariais.

Lembre-se, controlar suas despesas é importante para evitar dívidas que podem criar uma imagem negativa para sua empresa na gestão financeira. Como resultado, você aumenta suas chances de ganhar novos créditos em momentos difíceis que podem surgir no futuro.

  • Organize seus arquivos financeiros

Manter-se atualizado com sua organização e atualizar todos os pagamentos em seu negócio é fundamental para obter uma visão clara do estado atual de sua empresa. Ele também pode ajudá-lo a obter financiamento empresarial mais rápido, se necessário, e manter suas demonstrações financeiras precisas e atualizadas.

Por isso, crie uma rotina organizacional mensal ou bimestral para ter sempre uma visão realista da saúde financeira da sua empresa.

  • Aposte em um serviço confiável e seguro

Muitas vezes, o desespero diante das dificuldades financeiras pode levar um empresário a tomar decisões precipitadas e acabar se envolvendo em golpes que pioram seus negócios.

Por isso, pesquise antes de contratar qualquer serviço e verifique se a instituição financeira é confiável para evitar situações mais complicadas.

A Simular empestimos oferece serviços de crédito e empréstimo online seguros que trazem diversas vantagens para o seu negócio. Além disso, você pode fazer uma simulação de empréstimo e descobrir qual é a melhor opção para você. Assim, fica mais fácil garantir a saúde financeira da sua empresa.

Dicas de economia de fim de semana

  • Fazer programas em casa

Reunir-se em casa com os amigos pode ser uma opção mais barata do que sair e fazer recados. Experimente fazer compras no supermercado e prepare um cardápio prático para receber seus amigos e se divertir rindo. Ao optar por ir a uma casa noturna, por exemplo, há gastos com entrada, consumo e estacionamento que certamente pesariam muito mais no seu orçamento do que ter um encontro em casa.

  • Serviço de streaming de filmes

Para quem gosta de assistir filmes e séries de TV, assinar um serviço de streaming pela internet pode ser uma ótima alternativa aos cinemas. As assinaturas desses serviços custam cerca de três vezes o custo de ir ao cinema sozinho. Lembre-se, o preço da assinatura é o mesmo, não importa quantas pessoas estejam assistindo com você em sua sala.

  • Cupons de desconto e sites de compra em grupo

Hoje, cupons de desconto para diversas atrações podem ser encontrados com uma simples busca na internet. Os descontos costumam ser tentadores porque as empresas visam atrair um grande número de clientes, o que pode tornar sua agenda muito mais barata. Mas atenção: pesquise sempre a empresa de quem está comprando os serviços e leia com atenção os termos de compra.

  • Esportes ao ar livre

Atividades ao ar livre de fim de semana, como ir ao parque, à praia ou até mesmo um piquenique, trazem muitos benefícios para sua saúde física e mental, além de potencial para economizar dinheiro. Com um pouco de criatividade, você pode tornar esses programas ainda mais divertidos. Que tal conhecer uma atração turística da sua cidade que você (estranhamente) ainda não conhece?

  • Programação gratuita

A busca por programas gratuitos pode trazer surpresas bastante agradáveis. Alguns eventos patrocinados podem ser totalmente gratuitos, como shows, feiras e eventos ao ar livre. Dica: Muitos museus não cobram entrada.

  • Mantenha seu plano mensal

A melhor maneira de economizar dinheiro nos fins de semana é manter seu plano mensal. Determine quanto você pode gastar e controle seus gastos com base em seu plano. Pense dessa forma e você poderá ter grande controle e economia não apenas nos finais de semana, mas também em dias alternados.

Autores e respondentes autorizam o uso de seus depoimentos. Losango não se responsabiliza pelo conteúdo.

Esta informação não se destina a fornecer aconselhamento jurídico, contabilístico ou fiscal. Aqueles que visitam essas páginas devem receber orientação adequada com base em suas metas de investimento, situação financeira e necessidades. A orientação financeira fornecida não foi preparada com os objetivos de investimento, situação financeira e necessidades específicas de nenhum investidor em mente. Os investidores orientados devem avaliar seé apropriado fazê-lo.

Dicas para evitar dívidas

O planejamento financeiro é muito importante para quem quer evitar dívidas e manter o orçamento familiar em dia. Mas o que mais pode ser feito para sair da dívida? O consultor Ricardo Pereira sugeriu algumas soluções. Verificar!

  • Sempre mantenha o orçamento familiar

É importante entender o valor de suas receitas e despesas a cada mês. Só assim será possível estabelecer um padrão de vida e reduzir gastos desnecessários que podem se transformar em dívidas ao longo do tempo. Organize seu orçamento e mantenha o foco!

  • Lembre-se, o crédito é uma ferramenta

Usar crédito no programa é essencial. Defina seus objetivos e lembre-se de planejar suas compras, sempre levando em consideração a possibilidade de imprevistos pelo caminho;

  • Prioridade

Em tempos de crise (como o atual), os gastos devem ser priorizados e realmente gastar apenas o necessário. Qualquer coisa supérflua pode ser negociada ou até mesmo substituída.

  • Sempre lidar

Para quem já tem alguma dívida em andamento, o ideal é não incorrer em novas cobranças e buscar negociar com os credores para quitar a dívida. Algumas dívidas com taxas de juros mais altas podem ser substituídas por opções de financiamento com taxas mais baixas;

  • Encontre novos fluxos de receita

Encontrar maneiras de aumentar sua renda é uma solução que pode ajudar a eliminar dívidas e aumentar seu orçamento familiar ao mesmo tempo. Você pode tentar vender itens que não usa mais ou procurar atividades que possam ser uma fonte de renda (como artesanato, instrução/reforço escolar, etc.).

Autores e respondentes autorizam o uso de seus depoimentos. Losango não se responsabiliza pelo conteúdo.

Esta informação não se destina a fornecer aconselhamento jurídico, contabilístico ou fiscal. Aqueles que visitam essas páginas devem receber orientação adequada com base em suas metas de investimento, situação financeira e necessidades. A orientação financeira fornecida não foi preparada com os objetivos de investimento, situação financeira e necessidades específicas de nenhum investidor em mente. Os investidores orientados devem avaliar se é apropriado fazê-lo.

Dicas para uma melhor gestão do dinheiro

Cuidar do seu dinheiro exige muito cuidado, principalmente se você precisa economizar e cortar gastos em excesso. Todos esses esforços visam evitar perdas financeiras. O economista João Vieira tem alguns conselhos sobre o assunto. Olhar!

  • Analisar contas

Verifique sua fatura para ver se você está pagando em dia ou se está atrasado. Dívidas e inadimplência não têm nada a ver com os níveis de renda das pessoas. A má gestão financeira pode afetar qualquer pessoa.

  • Instituição financeira

Você tem um orçamento mensal para acompanhar suas despesas e planejar futuras aquisições? Esta é uma condição que ajuda a gerenciar suas finanças corretamente.

  • Reduzir despesas

Reduzir despesas pode ser uma tarefa mais fácil e rápida do que aumentar sua renda mensal. Em seguida, através da análise das taxas, procure identificar as taxas recorrentes que podem ser consideradas excedentes e corte-as. Se todas essas despesas puderem ser identificadas, então você fez uma boa gestão financeira.

  • Hábito de poupança

Mesmo se você tiver alguma renda restante, tente salvá-la. A poupança é um ótimo termômetro para os níveis de gestão financeira e também pode ajudar a sair de situações sufocantes.

  • Educação financeira para crianças

Uma boa educação financeira também deve ser passada para as crianças. Com consciência financeira, podem ajudar no orçamento familiar. Além disso, permitem que os adultos sejam mais bem informados e possam se tornar financeiramente independentes.

Autores e respondentes autorizam o uso de seus depoimentos. Losango não se responsabiliza pelo conteúdo.

Esta informação não se destina a fornecer aconselhamento jurídico, contabilístico ou fiscal. Aqueles que visitam estas páginas devem receber orientação adequada com base em suas metas de investimento, situação financeira e necessidades. A orientação financeira fornecida não foi preparada com os objetivos de investimento, situação financeira e necessidades específicas de nenhum investidor em mente. Os investidores orientados devem avaliar se é apropriado fazê-lo.

  • O segredo para ser um consumidor consciente

Planejamento financeiro, descrições de despesas, pesquisa de preços. Há muitas sugestões para ajudá-lo a entender sua conta e aprender a usar seu dinheiro. O assessor financeiro Ricardo Pereira reuniu cinco dicas para você ver como é possível e mais fácil do que parece para um consumidor consciente.

  • Saiba esperar e lidar com o “não”

Você não precisa gastar por causa de preços baixos, promoções ou cortes de impostos. Conheça suas necessidades e saia do seu caminho para ter sucesso. Aprender a aceitar o “não” é fundamental para entender que, muitas vezes ao custo, é o inimigo do bolso e do futuro financeiro das pessoas.

  • Estabelecer limites

Estabeleça metas e tenha coragem de dar o primeiro passo para mudar sua atitude. Sair da zona de conforto ajudará na transformação. Prescrever limites torna mais fácil resistir à tentação de gastar sem planejar.

  • Bruto x Patrimônio Líquido

Lembre-se: seu salário não fica registrado em sua carteira. Afinal, há impostos a deduzir. Isso significa que você deve prestar atenção ao valor líquido que recebe e planejar de acordo.

  • Crédito não é dinheiro grátis

Usar o crédito com responsabilidade é fundamental. Lembre-se que em algum momento você será cobrado por isso, por isso é importante entender seu orçamento financeiro pessoal e limitações na hora de decidir gastar com crédito.

Não está acostumado a emprestar seu “nome” ou dinheiro para amigos e parentes
Geralmente, quem precisa pedir dinheiro emprestado já está em algum tipo de dificuldade financeira e pode ter dificuldade em cumprir essa promessa. O risco de inadimplência é alto. O segundo cenário é uma consequência do primeiro: muitas amizades verdadeiras de longo prazo terminam por causa de um ou mais empréstimos que não pagam. Evite tais situações, se possível. Muitas vezes, pode ser melhor doar o dinheiro, assim: Você pode se programar para não receber o dinheiro de volta.

O autor autoriza o uso de suas declarações. Losango não se responsabiliza pelo conteúdo.

Esta informação não se destina a fornecer aconselhamento jurídico, contabilístico ou fiscal. Aqueles que visitam estas páginas devem receber orientação adequada com base em suas metas de investimento, situação financeira e necessidades. A orientação financeira fornecida não foi preparada com os objetivos de investimento, situação financeira e necessidades específicas de nenhum investidor em mente. Os investidores orientados devem avaliar se é apropriado fazê-lo.

Dicas financeiras para jovens profissionais

Concluir os estudos universitários, encontrar seu primeiro emprego e ganhar sua própria renda é um processo muito esperado pelos estudantes universitários. Mas é preciso perceber quando esse sonho se torna realidade, pois é preciso aprender a administrar o salário do mês inteiro. Confira dicas financeiras desenvolvidas pelo educador financeiro Reinaldo Domingos para jovens profissionais.

  • Viva o presente, mas não esqueça o futuro

Os jovens estão na fase de descobrir e testar muitas coisas e, como resultado, estão vivendo nervosamente o momento. Não há nada de errado com isso, no entanto, você não deve esquecer completamente o futuro. É muito importante planejar com seu primeiro salário e economizar para médio e longo prazo. Confie em mim, esta é a melhor fase.

  • Ter um sonho

Adquira o hábito de sonhar. Pode parecer bobagem, mas muitas pessoas deixam seus objetivos de vida de lado, principalmente em tempos de crise. No entanto, são eles que nos impulsionam, nos dão força para seguir em frente e, o mais importante, nos dão foco e nos impedem de consumir em excesso por capricho, o que é muito bom para a vida financeira de quem está começando o mercado.

  • Diagnóstico financeiro

Anote todas as suas despesas para 30 dias e divida-as em categorias (restaurantes, combustível, roupas, etc.). A partir daí, você terá uma visão micro e macro de suas finanças e poderá saber para onde está indo cada centavo. Controlar suas finanças é uma questão de hábito.

  • Eduque-se financeiramente

Nesta fase da vida, é hora de aprender! Além disso, a cabeça permanece bem ventilada para novos conhecimentos. Encontre livros, palestras e cursos sobre educação financeira – existem alguns online e gratuitos. Se você aprender as melhores formas de usar e gerenciar seus recursos agora, terá uma vida financeira mais administrável que proporcionará mais realizações e uma aposentadoria mais tranquila.

  • Fazer o dinheiro trabalhar para você

Agora que você tem o seu dinheiro, os resultados do seu trabalho, aprenda a fazê-lo funcionar. Defina um sonho e invista o dinheiro que salva a todos. Há poupança, tesouraria direta, CDB, fundos de investimento, previdência privada e ações. Encontre mais informações sobre cada opção.

Autores e respondentes autorizam o uso de seus depoimentos. Losango não se responsabiliza pelo conteúdo.

Esta informação não se destina a fornecer aconselhamento jurídico, contabilístico ou fiscal. Aqueles que visitam essas páginas devem receber orientação adequada com base em suas metas de investimento, situação financeira e necessidades. A orientação financeira fornecida não foi preparada com os objetivos de investimento, situação financeira e necessidades específicas de nenhum investidor em mente. Os investidores orientados devem avaliar se é apropriado fazê-lo.

Fontes: www.simularcreditemprestimos.com