10 hábitos que você deve evitar para não desperdiçar dinheiro

Chega o quinto dia útil. Seus hábitos financeiros fazem você gastar tudo no mesmo dia? Essa sensação de que você está vivendo para pagar suas dívidas rapidamente se manifesta. Finalmente, a inevitável depressão e a certeza de que você está desperdiçando seu dinheiro suado.
Porque se você quer mudar esse hábito em 2022, o Plusdin vai te mostrar alguns hábitos em sua vida que precisam desesperadamente ser mudados. São passos simples a serem seguidos para quem deseja implementar a educação financeira durante a pandemia. Então vamos!

1 – Consumir sem nenhum pudor

Eu sei que há momentos em que temos medo mesmo em determinados momentos de nossas vidas devido a várias situações cotidianas. Muitas pessoas acham que uma das maneiras desagradáveis ​​de desabafar na vida é gastá-la descaradamente como se não houvesse amanhã.
Confie em mim, a maior parte da sua dor quando você vê que seu salário não chega nem ao final do mês se deve a esse consumismo extremo, uma verdadeira compulsão.
Fica a dica: planeje suas compras para que as faça de forma consciente. Uma boa matemática é tentar gastar 20% do seu salário em dívidas, 10% em investimentos e os 70% restantes em juros. Se você se sentar e descobrir que esses números não estão aumentando quando seu salário chegar, é hora de mudar fundamentalmente seu perfil de gastos.

2 – Dividir a conta

Veja, é uma ótima maneira de sair e passar tempo de qualidade com amigos ou familiares sem estourar seu orçamento.
Sabemos que muitas pessoas mantiveram o hábito de se pagar em várias reuniões, mas ao invés de fazer isso, divida a responsabilidade com todos, mesmo que tenha jantar para fazer por exemplo. Mostre suas despesas para as pessoas que participarão desta reunião e compartilhe com elas.

3 – Não compre picado

Comprar alimentos picados é um hábito que o deixa sujeito a mudanças semanais de preços no supermercado ou na mercearia.
Para alimentos perecíveis, incluindo vegetais, comprar devagar é aceitável. Mas para outros itens, como limpeza, você está sempre vulnerável a aumentos e quedas de preços. Na verdade, evite também ir ao mercado mais próximo apenas por conveniência, em vez de procurar um preço barato. Este “conforto” pode ser muito caro.

4 – Fuja das tentações do e-commerce

Internet é muito útil. Como este artigo, é didático, mas também perigoso. quando falamos de finanças.
Sempre tem pouquíssimas promoções em camisas ou tênis super acessíveis que baixam de preço, e você não pode ficar sem. Mas você realmente precisa sair e comprar tudo no e-commerce? Deixe o entregador ou mesmo o carteiro saber seu nome para o número de correios que ele despeja na sua porta a cada semana. Dê uma boa olhada nesses “investimentos” e se livre de tudo o que é supérfluo.

5 – Não abasteça em qualquer lugar

Abasteça-se em postos de gasolina confiáveis ​​que oferecem os melhores preços.
Muitos até usaram programas de reembolso ultimamente, o que facilita a vida dos motoristas.
Além disso, ter um posto de garantia confiável pode evitar grandes inconvenientes associados às partes mecânicas do veículo.
Pequenos hábitos podem fazer uma grande diferença no final do mês.

6 – Cancele a assinatura de pacotes, aplicativos ou serviços que você não usa

A princípio você pode até pensar que os 32,90 reais da Netflix não são caros.
Mas aí você entra em uma fase muito estressante no trabalho e não tem mais tempo de assistir suas séries favoritas.
Isso vai durar muito tempo. Vai continuar tendo Netflix em casa só para dizer que tem? Não use? Considere essas assinaturas com cuidado e limpe seu smartphone ou tablet, ou até mesmo sua smart TV.

7 – Achar que aquele cafezinho na padaria não é nada demais

Pode até parecer pão duro, mas vamos lá. Se você tomar café por 5 reais por dia em uma padaria de esquina ou perto do trabalho, pagará 10 reais pelo estacionamento e 2 reais por uma barra de chocolate.
Até o final do mês, você terá gasto 510 reais só nessas 3 taxas. Em outras palavras, não ignore essas taxas. Mudar hábitos pode fazer toda a diferença.

8 – Evite parcelar suas compras

Este é um grande erro para a maioria dos brasileiros. Porque você investiu dinheiro, você nem sabe se vai tê-lo.
Por isso, ao comprar algo, esteja mais disposto a pagar à vista e perceba que essa atitude vai melhorar sua vida financeira. Observe, porém, que se você exercer o controle financeiro com base na sua fatura, ignore essa dica.

9 – Controle seus gastos com transporte

O Uber está lá, além de vários outros aplicativos de transporte. No início, você pode nem notar muita diferença nos pagamentos. Afinal, você está aproveitando uma variedade de situações de preços convenientes.
No entanto, se você contar quanto gasta no aplicativo ao longo do ano, verá que é preciso muito dinheiro para fazer a viagem agora.
Por isso, em alguns casos prefira o transporte público ou aproveite o passeio com amigos e familiares. Você pode até economizar dinheiro para comprar seu próprio veículo no futuro.

10 – Não se deixe levar pelo barato que sai caro

Claro, existem inúmeros produtos bons e baratos.
Mas para não desperdiçar seu dinheiro, você tem que prestar atenção, porque muitas pessoas, depois de alguns dias, as solas se soltam, os tecidos se soltam e as camisas ficam menores na máquina de lavar, tudo porque você comprou 20 reais 3 vendidos, “a não perder”.
Nessas situações, também, esteja atento aos seus direitos como consumidor e faça com que sua voz seja ouvida.

Fontes: plusdin.com.br